quarta-feira, 30 de dezembro de 2009




PAZ  E  PROSPERIDADE  PARA  O  ANO  2010
SÃO  OS  DESEJOS  DO  ( MAIADEFICIENTE )
AOS  SEUS  VISITANTES  E  AMIGOS
E  QUE  O  ANO  QUE  ESTÁ  FINDANDO
DEIXE  GERMINAR  SOMENTE  A  POSITIVIDADE
PARA  O  ANO  2010

F E  L  I  Z   ANO   NOVO




sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O Blogue MAIADEFICIENTE Deseja a Todos um FELIZ NATAL e um ANO DE 2010 COM TUDO DE BOM


sábado, 28 de novembro de 2009

HOJE SOMOS NÓS, AMANHÃ PODE SER VOCÊ, QUE É UM POTENCIAL DEFICIENTE.

Hoje 28 de Novembro de 2009 pelas 21,00 H. na Biblioteca Municipal da Maia é apresentado o 4º Livro de um Amigo invisual, pena as condiçôes atmosfericas não permitirem eu estar presente.

O lançamento de mais este livro por um invisual é bem o exemplo de que os deficientes não são uns coitadinhos, querem sim é que lhes dêem as mesmas oportunidades que dão aos demais cidadãos.

E para que isso aconteça é preciso que o poder politico ou cultural dê essa oportunidade, e o Americo Azevedo com o lançamento de mais este livro é a prova de que não queremos ser fardo para ninguem, queremos sim viver com o fruto do nosso trabalho que queremos e podemod fazer.

Os deficientes só querem aquilo a que tem direito como cidadão com deveres e com direitos, Deveresexigem de nós, Direitos tiram-nos todos os dias.
É um direito o termos a oportunidade de trabalhar e expor os nossos trabalhos.

Um deficiente não pode ser visto pela sociedade como um coitadinho, nós deficientes falamos normalmente de coisa como, anda lá pra frente, a quem não pode andar, corre, salta, olha, vê, e rimo-nos com certos episodios.
O ano passado fui convidado a estar na homenagem aos Atletas Para-olimpicos de Pequim 2008 na Camara Municipal do Porto, já no Salão Nobre local da Cerimonia, um amigo invisual (0 Calado) pediu ao Senhor que nos conduziu ao Salão que o levasse há porta principal porque devia estar lá um amigo tambem invisual há espera dele.

O Senhor com toda a amabilidade sem se aperceber do que dissera na maior das simplicidades respondeu, venha que eu levo-o há porta para você (VER) se o seu amigo está lá.

Estas palavras não beliscam em nada os deficientes, nós deficientes tambem cometemos gafes, o que beliscam as pessoas deficientes é a ignorancia e a marginalização a que somos sujeitos no dia há dia por quem nos governa.

Aos deficientes deixo estas palavras, somos nós deficientes que devemos dar o exemplo, lutando por melhor qualidade de vida, porque a deficiencia que cada um de nós tem é nossa, não é dos nossos familiares ou amigos, se nós queremos ver os nossos familiares e amigos bem, somos nós deficientes que temos de fazer por isso, um deficiente é capas de fazer coisas bonitas e de grande valor, fazer os que nos rodeiam sentirem-se bem.

Ao cidadão dito normal deixo estas palavras.
Hoje somos nós, amanhã pode ser você, que é um potencial deficiente.

Para o Americo Azevedo.
Um forte abraço de parabens por mais este exemplo de como podemos ser e fazer os outros felizes.

João Couto Lopes

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Estamos no seculo XXI e a CP-REFER não isso, Acessibilidades para todos

Destas cartas e as fotos, foi dado conhecimento ao Sr. Ministro de obras publicas e trasportes, ao Istituto de mobilidade de Cidades e Vilas para todos, à Direcção Geral de Transportes Terrestres sede em Lisboa, ao IMTT, `cp e à Refer.
esperemos que alguem dê solução ao caso.















o espanto desta Senhora, virou-se para mim e disse como é que o Sr. vai entrar? isto não dá para os senhores em cadeira de rodas, eu respondi pois não minha Senhora, e estamos no seculo XXI








































sábado, 7 de novembro de 2009

Publico aqui parte da carta enviada aos responsaveis da Camara M. Maia.

Exma. Drª Mrta Moreira.
Exmo. Arq. Carlos Portugal.

Dia 18 do proximo mês, vai abrir ao Publico o Centro Comercial VIVACI nas Guardeiras, e nada foi feito para corrigir os acessos ao Centro Comercial, existe o perogo de acidentes nas imediações.
Faço-lhes a pergunta, por onde vão passar as Pessoas que vêm do lado poente pelo passeio existente ao fundo (atras do camião que est´a abastecer) por favor digam por onde os peôes e as pessoas em cadeira de rodas, porque existem a norte do Centro Comercial, vâo passar para terem acesso á passadeira existente junto á rotunda.
É caso para dizer, vivemos em Portugal.
Só depois de casa roubada ( haver acidentes) é que se corrigem as aberrações arquitectonicas.

Mais uma vez peço que criem acessos para todos, e em segurança.
A Camara Municipal da Maia devia evitar acidentes,E NÃO OS PROVOCAR.

Exma. Drª Marta Moreira.
Na reunião do dia 17 -9-09 V. Exa. disse que eu podia e devia enviar por e-mail casos relacionados com barreiras arquitectonicas e outras.

Pois bem,hoje de manha dia 21-9-09 desloquei-me á Nacional 13 rotunda das Guardeiras e vi que o passeio ali existente de 0,30 centimetros tinha sido retirado, pensei que era para ser corrigido para valores (medições) que se aproxima-se dos estipulados na Lei, mas ao contactar com o Sr. Fiscal e o Sr. Encarregado da obra, foi-me dito que o passeio iria desaparecer, e era dado lugar a um jardim.
Exma. Drª medi aquele espaço que se destina a jardim, embora não tenha as medidas de Lei para aquele local, mas já era um passeio com 1,35 de largura, que pode evitar que oa peôes andem na estrada.
Pergunto a ser jardim, por onde passam as pessoas que vêm do lado poente da rotunda?
Vêem pelo passeio chegam ali vâo pela estrada, peço aos Senhores com responsabilidades na Camara para que tomem providencias e que naquele espaço que dizem ser para jardim, o mesmo espaço ser para passeio, não fiquem com a responsabilidade de mais tarde existir algum acidente e ficarem com um peso na consciência.
Exma. Doutora, isto dito assim até parece anedota, mas não é!!

Gostava que a Srª Doutora e Senhotres Arquitectos viessem ao local para que tenham contacto com a grave realidade, (junto ao Centro Comercial VIVACI).

O meu obrigado
Jôão Couto Lopes

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

No dia 17-9-09 tive uma reunião na Camara da Maia (piso 15) com o objetivo de tentar alertar e sencibilizar os responsaveis da Camara para estas situações.
Estando presentes nessa reunião, a Exma. Drª Marta Moreira.
Exmo. Arq. Carlos Portugal.
Um outro Exmo. Arq. perdoem-me mas não recordo o nome.
Eeu João Couto Lopesna qualidade de morador da Maia e deficiente motor.

Nessa reunião apresentei diversos casos, um deles este dos acessos ao Centro Comercial VIVACI, na Estrada Nacional 13 - Guardeiras- Moreira - Maia, tive e tenho essa reunião como positiva, foi dito que tudo iria ser feito para que naquele local e outros não existisem barreiras arquitectonicas, e ninguem foce colocada em perigo.

Do lado sul da rotunda, para quem vai para o Centro de Saude de Pedras Rubras, o perigo de atropelamento ou arrastamento está á vista, eu proprio neste local já quase fui colhido por um camiao, numa ida ao Centro de Saude.

Enviei para os responsaveis da Camara da Maia estas fotos que até esta data não mereceram resposta, pior não foram corrigidas e dia 18-11-2009 este mês abre o Centro Comercial ao Publico.
POR ONDE VÃO PASSAR OS PEÕES? o que vêm em terra é para jardim.


Questionei os responsaveis no terreno sobre esta obra, onde me foi dito que não era para ficar como passeio, mas para jardi.



A Camara Municipal da Maia devia evitar acidentes, ENÃO OS PROVOCAR.
Após reclamação este passeio de 0,30 cm. foi retirado.

João Couto Lopes



quinta-feira, 29 de outubro de 2009

terça-feira, 27 de outubro de 2009

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

domingo, 25 de outubro de 2009

sábado, 24 de outubro de 2009

O RICO


COMER BROA

Comer Broa....

Diz um puto francês para um português:

- Eu como chocolate e tu comes broa...
O puto portugês conta á mãe o sucedido e a mãe diz para ele dizer o seguinte:
- Eu tenho o PS no governo etu não tens...
No dia seguinte o puto franês volta a dizer ao puto português:
- Eu como chocolate e tu comes broa...
E o português respondeu:
- Eu tenho o PS no governo e tu não tens...
O puto francês foi para casa e disse à mãe o que o puto português lhe disse e a mãe disse-lhe:
- Olha, diz-lhe que não tens, mas que tambem vais ter !!!
No outro dia o puto francês disse:
-Eu como chocolate e tu comes broa...
Diz o português:
-Eu tenho o PS no governo e tu não tens...
Diz o puto francês:
- Não tenho mas vou ter...
Diz o puto português:
-Então vais passar a comer broa que te vais fo...

Enviado por um amigo

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

sábado, 17 de outubro de 2009

A AMIZADE NÃO SE COMPRA NO MERCADO DA ESQUINA,

Queridos familiares, Amigas e Amigos

Venho por este meio agradecer a todos que estão no meu coração, todo o apoio que me deram, estou-vos eternamente grato.

É como se costuma dizer, é nos piores momentos que se vê os amigos e eu sinto-me um homem feliz por ter muitos e bons amigos, o correio electrónico tinha mais de centena e meia de mensagens de apoio, o telemóvel não parou com mensagens e chamadas, durante os nove dias de internamento.
Quero agradecer a todos, em particular ao Sr. Rui da rua da Prosela, primeira Pessoa a chegar em meu socorro e que me guardou a cadeira de rodas, ao Sr. Pinho Gonçalves Presidente de Vila Nova da TELHA pelas palavras de incentivo e por não ter conseguido entrar no hospital para me fazer uma visita, ao Afonso, ao Gouveia, á doutora Sandra, e a todos os membros da direcção da CNOD, nao sei como souberam, mas estes amigos que estando muito longe, (CNOD Lisboa), não deixaram de me apoiar animando-me com palavras amigas, a solidariedade não é uma palavra vaga, é realidade.

Ao Doutor Júlio Campos camarada que nunca me deixou desamparado no meu leito, estando eu imobilizado sem poder fazer nenhum movimento, a nao ser pegar no telemovel, fazendo-me varias visitas e telefonemas e mensagens de encorajamento, ao chefe da 8ª esquadra da PSP (Paranhos) Santos Rocha. que como amigo esteve sempre presente com visitas, e com incentivos de que eu teria de ser sempre como fui até este acidente, para ti Rocha aquele abraço que tu sabes, á Teresa Lopes, a todos estes e todos os outros que não puderam nem tiveram condições de me contactar, o meu grande abraço de amizade e que também podem contar comigo para tudo, tudo mesmo..

Aos novos amigos doentes da Traumatologia enfermaria D. amigos que nos vamos encontrar mas já fora de perigo, seja, fora do hospital, especialmente ao Sr. David, ao Carlos, um rapaz de 19 anos , mas com um sentido de responsabilidade e amizade que nos dias de hoje é rara, um bem haja por tudo e por serem como são. (Amigos sempre prontos a ajudar os outros),

Não esquecendo os enfermeiros e os auxiliares que estavam de serviço nessa noite 9-10-09 1,30 da manha hora de entrada na enfermaria, que ao perguntarem-me como aconteceu o acidente, dois deles enfermeiros e o maqueiro que me levou á enfermaria confessaram-se ser CDU não tive outra solução se não abrir a minha bolça e lhes dará o programa da CDU de VILA NOVA da TELHA e esferográficas que ainda tinha comigo, passaram a utilizar as esferográficas CDU como ferramenta de trabalho, isto deixou-me muito, muito orgulhoso de ser COMUNISTA .

A toda esta gente BOA, um forte abraço de amizade.
João Couto Lopes

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Exemplo abaixo:


Caros leitores do Blogue MAIADEFICIENTE

Tendo sido abordado por alguns Vilanovenses que colocaram a questão de se enganarem no voto em anteriores eleições.
Perante esta situação, venho por este meio informar os estimados eleitores de que tendo-se enganado no voto onde pretendiam votar, não á problema, preenche todos os quadrados para que ninguém saiba onde votou por engano, de seguida dirige-se ao Presidente da mesa da Assembleia entrega o voto que se enganou, e o presidente dá-lhe outro para que vote na força politica de sua confiança, intenção de voto útil..

João Couto Lopes

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

NÃO DEIXE QUE OUTROS O DECIDAM POR SI

NÃO DEIXE QUE OUTROS O DECIDAM POR SI

Eleições legislativas dia 27 Setembro

O voto das pessoas com deficiência e o dos seus familiares e amigos, nas eleições do próximo dia 27 de Setembro, reveste-se da maior importância para a defesa dos seus direitos. A Confederação Nacional dos Organismos de Deficientes (CNOD), consciente desta realidade, apela:

Que cada cidadão procure avaliar quais têm sido as políticaspraticadas pelos sucessivos governos no que respeita às pessoascom deficiência e analise em consciência quais as forças políticasque mais se têm destacado na defesa dos seus direitos.

Que cada um considere o seu voto como sendo verdadeiramente útil para as pessoas com deficiência. Que o voto de cada pessoa com deficiência, familiar ou amigo, seja o voto decidido, livre, consciente e justo, de quem representa mais de um milhão de Portugueses.

Que nenhuma pessoa com deficiência, familiar ou amigo se exclua deste acto eleitoral, exigindo em cada assembleia eleitoral condições de acessibilidade às mesas de voto.

NO DIA 27 DE SETEMBRO, VOTAR COM CONFIANÇA E DECISÃO!NADA SOBRE NÓS SEM NÓS!CUMPRA-SE A CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA!

C.N.O.D. – Confederação Nacional dos Organismos de Deficientes

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Mobilidade para todos

É de saudar o regresso do comboio para passageiros á linha de Leixões ,
Só que existe uma lacuna, os passageiros em cadeira de rodas não podem viajar nesses comboios por os cais não estarem adaptados ás carruagens, ou as carruagens ao cais.

Sou deficiente com uma incapacidade motora de 88% , a minha locomoção na via publica só pode ser feita em cadeira de rodas, costumo viajar nos comboios urbanos do porto.

Deixo a pergunta:
Porque não adaptaram as composições dos comboios urbanos a esta linha ?.
Os deficientes não podem ser clientes desta linha ?.
Esqueceram os deficientes?
Pensem nisso Senhores da CP-REFER.

Mobilidade para todos.
Diário da Republica, 1ª serie – nº 152.
Decreto-Lei 163/2006 de 8 de Agosto.

João Couto Lopes

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Hoje dia 3-9-2009 no JN

Vem hoje dia 3-9-2009 no JN
Governo cria mil lugares para professores de Ensino Especial.

É preciso ter lata, lembram-se que estes governantes, uma das primeiras medidas quando foram para o governo há 4 anos, foi cortar aos auxiliares, cortar aos professores de ensino especial, cortar aos psicólogos nas escolas.

Agora a três semanas das eleições, vem abrir vagas para o ensino especial.

Nós deficientes não nos deixamos enganar por politicas enganadoras.

O que os actos eleitorais fazem!!Vale tudo.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

PAREM DE MENTIR

1ª foto - paragem de autocarro 602 rua 1 Lidador
V. N. Telha - sem rampas de acesso
2ª foto - estrada nacional 13 guardeiras unica passagem de peoes para o centro de saude de pedras rubras, aqui o perigo está presente, eu já quase fui colhido por um camiao numa ida ao centro de saude.

3ª foto junto á igeja Nossa Senhora do Bom Despacho na Maia


4ª foto - estrada nacional 13 junto ás guardeiras o passeio tem 30 cm.local onde obrigatoriamente as pessoas vao ter de passar para ir ao centro Vivaci




5ª e 6ª foto tirada hoje dia 13-8-2009
na rua das oliveiras- Moreira o passeio fica com 40 cm.de largura, quando o Decreto lei 163/2006 diz ser 1,20 livres de obstaculos.
todas estas fotos sao recentes













Recolha de Informação sobre as Condições de Acessibilidade a todos os cidadãos residentes no Concelho da Maia".

No âmbito da elaboração do Plano Municipal de Acessibilidade para Todos esperamos poder cumprir com todos os objectivos a que nos propusemos e agradecemos, desde já, o envio de comentários e sugestões, que possam contribuir para melhorar e enriquecer o presente Plano.

Deixo a pergunta a quem de direito, com um pedido de resposta.

Por acaso as Pessoas que compõem a Comissão já alguma vez reuniram para alem de quando foi assinado o protocolo dia 14-4-09 no Auditório do Fórum da Maia?

Comentário:
Exmos. Senhores, a 14 de Abril de 2009 foi lançado o plano Municipal de Acessibilidades para todos do Conselho da Maia, já estamos em Agosto e da dita Comissão nada se sabe, a não ser o ridículo destes textos a pedir recolha de informações.

Por acaso os Senhores perguntam a alguém ligado aos deficientes?.

Por acaso os Senhores sabem que nas 2 urbanizações de Bouça Grande e Lidador, Vila Nova da Telha só nestas duas urbanizações existem pelo menos 18 deficientes, três mentais, um mudo e 14 deficientes motor, não contando com as pessoas dos lares de terceira idade (4 lares) nem com os idosos com mobilidade reduzida, esta é uma pequena parcela geográfica de Vila Nova da Telha, os cálculos apontam para mais de 50 pessoas com deficiência em Vila Nova da Telha.

Exmos. Senhores o tema é (estamos a criar um futuro sem obstáculos)
É MENTIRA.

Parem de mentir.

Neste momento a Câmara da Maia está a colocar barreiras arquitectónicas um pouco por toda a Cidade. Tenho dezenas de fotos que comprova isso.

João Couto Lopes

sábado, 8 de agosto de 2009

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

terça-feira, 4 de agosto de 2009

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

domingo, 2 de agosto de 2009


Caros amigos e visitantes do MAIADEFICIENTE,

Foi-me entregue por um amigo que muito estimo e respeito, (8) manuscritos para eu fazer o que quisesse deles, pois bem.


Vou publica-los aqui um a um, este meu amigo para alem de ter idade para ser meu Pai, tem uma experiencia de vida que muitos de nós não temos, nem chegaremos a ter,
(80 e mais alguns anos de experiencia de vida) foi e ainda é correspondente de alguns jornais, mas fez uma escolha entregou-mos, por isso quero partilhar com os visitantes do maiadeficiente estes manuscritos.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

O VOTO É UM DIREITO DE QUALQUER CIDADAO INCLUINDO AS PESSOAS COM DEFICIENCIA

Querida menina Ana Camacho.
Permita que a trate assim

Menina Ana, não encontro palavras de agradecimento par dirigir a si e a todos esses excelentes alunos do Grupo Viver (n)a Maia, 12º ano,

Sou um sentimental por natureza, ao ler as palavras de incentivo e de carinho com que me tratam, tive de limpar varias vezes as lágrimas de alegria por sentir que ainda existem jovens com capacidade de pensar num futuro melhor para todos.

Só lhes posso dizer e garantir que lutarei com todas as minhas forças para que um dia tenhamos melhor qualidade de vida.
A vocês jovens só peço que continuem a serem como são, o de pensarem por vós próprios, assim tenho a certeza de que um dia veremos uma sociedade com futuro para todos sem excepções.
Por favor continuem com os mesmos propósitos de fazer ver que os deficientes são cidadãos de plenos direitos.

Jovens alunos,
O país do plano tecnológico, do plano nacional de promoção da acessibilidade, do plano de acção para a integração das pessoas com deficiência ou incapacidade, do plano nacional de acção para a inclusão, é o país de todos os planos por concretizar. que nega o exercício de direitos fundamentais a um numero considerável de cidadãos.

Os nossos políticos apelam ao voto, melhor dizem, (a participação politica é um direito e dever de qualquer cidadão, incluindo as pessoas com deficiência), perante o cenário que se tem vivido nas eleições apetece-me dizer que devíamos dar uma cadeira de rodas a cada politico para que eles tentassem as acrobacias a que os deficientes tem de fazer para poderem exercer o direito de voto, e no dia a dia.

Jovens.
A deficiência tem estado fora dos discursos políticos.
Votar é um direito, mais, é um dever cívico de cidadão consciente.

As câmaras Municipais e o governo ao não criar condições de acessibilidade ás assembleias de voto estão a diminuir a democracia.
As pessoas com deficiência continuam com as dificuldades no acesso há grande maioria das assembleias de voto

Não querendo fazer politica partidária aqui no bloogue, mas porque sou politico, não quero deixar passar em claro o acto lamentável que se passou ontem na assembleia da republica, a tourada que o ministro da industria fez, mostra bem o desnorte dos nossos governantes.

Jovens !!,
Vem ai eleições, é urgente e é preciso gente nova, vote em consciência

Um forte abraço a todos os alunos do "Grupo Viver (n)a Maia"

João Couto Lopes

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Vale a pena a luta dos deficientes.

Ana Camacho (do "Grupo Viver (n)a Maia" deixou um novo comentário na sua mensagem " Vale a pena a luta dos deficientes. Assem...":

Senhor João,
(Não vim comentar mais cedo porque estou em época de exames.)
Quando li o jornal "Primeira Mão" deparei-me com uma notícia com uma ampla referência ao Sr. João. Decidi, então, vir de imediato aqui.

Sempre vale a pena lutar... Às vezes (muitas vezes) é uma luta extenuante, que parece não ter fim à vista. Cansa, dói, desgasta... Mas, acima de tudo, recompensa. Recompensa quando os ideais que defendemos, as causas por que lutamos, as propostas que advogamos são legítimas. Como dizia Camões "Caminho da virtude alto e fragoso, /Mas no fim doce, alegre e deleitoso". Pena que os dirigentes políticos (com que direito?), muitas vezes, consigam impedir o saborear da doçura, da alegria e do deleite.

A sociedade, recheada de diferença porque não há pessoas iguais, está a tornar-se numa sociedade INDIFERENTE, e o Sr. João destaca-se no meio deste marasmo e imobilismo pela sua tenacidade e inspira-nos para sermos cidadãos interventivos.

Ainda bem que essa situação tão desrespeitadora da Assembleia Municipal da CM da Maia está a ser resolvida. E o Senhor João teve um papel fulcral para que tal acontecesse! É pena que os dirigentes políticos não tenham despertado mais cedo para esta situação e que ainda se encontrem alheados de tantos, inúmeros e infindáveis problemas relacionados com a acessibilidade na Maia. Infelizmente, ao contrário do que o nome do plano leva a crer, as acessibilidades, na Maia, ainda NÃO são para todos.

Gostava de um dia ter a sua força... Mas o privilégio de ter testemunhado essa sua força, já ninguém mo tira!
Beijinhos da Ana com quem pode contar incondicionalmente.

Publicada por Ana Camacho (do "Grupo Viver (n)a Maia" em A MAIADEFICIENTE a 01-07-2009 23:38

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Sr. Presidente o que se passa com os nossos arquitectos,

João Couto Lopes
Rua A nº 33
Urbanização da Bouça grande
4470-719 Vila Nova da Telha – Maia

Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal da Maia

Maia 1 de Julho de 2009

Exmo. Sr. Presidente, como V. Exa. sabe estão a ser concretizadas obras de requalificação do pavimento e passeios na urbanização do Lidador rua 1 em Vila Nova da Telha, para que V. Exa. tenha conhecimento do que se está a passar envio duas fotos elucidativas da falta de acessos ao passeio pedonal.
Passeio sul Norte com rebaixamento no pavimento, Passeio norte sul sem rebaixamento.

Hoje dia 1-7-2009 na ausência de alguém (fiscal, eng. ou arquitectos) questionei um funcionário do empreiteiro da obra e fiquei a saber que o sentido do trânsito iria ficar a ser naquela via de sul para norte, mesmo assim o passeio pedonal no sentido norte sul deve ter acesso ao mesmo o que as fotos mostram não existir.
Queira V. Exa. mandar corrigir a falta deste acesso para que todos tenhamos acesso ao mesmo.




Aproveitando este e-mail venho alertar V. Exa. para o caso do antigo edifício das finanças da Maia, as instalações vão ser abertas ao publico segundo aporei ontem no local.
Exmo. Sr. Presidente, como é possível ser um edifício sujeito a obras de requalificação e não terem acessos a pessoas com deficiência (cadeira de rodas),
Ver fotos

Dar conhecimento ao Sr. Eng. Monteiro do transito da Maia

Sem mais de momento, os meus respeitosos cumprimentos.
João Couto Lopes