domingo, 5 de dezembro de 2010

Ajudem as pessoas deficientes, confrontem a Metro do Porto com a falta de acessibilidade ás novas carruagens




A todos os meus amigo e conhecidos, peço que reencaminhem o e-mail para os vossos contactos, e que não deixem de confrontar a Metro do Porto com a falta de acessibilidade ás novas carruagens de pessoas que se fazem transportar em cadeira de rodas, peço que estejam atentos ao Blogue maiadeficiente e à minha pagina no Facebook, todo o cidadao é um potencial deficiente na sociedade em que vivemos, dai dever de
cidadao reclamar acessibilidades para todos, Decreto Lei 163/8 de Agosto de 2006

Movimento que se está a criar à volta dos deficientes, especialmente em cadeira de rodas, os deficientes em cadeira de rodas tem dificuldades no acesso aos novos metros do Porto, (Portugal)
 temos já o apoio de deputados da assembleia da republica.

Sou deficiente motor com 88% de incapacidade, minha locomoçao na via publica só é possivel em cadeira de rodas, por esta razao queremos o Metro do Porto acessível para todos, não só para alguns.

Aproveitei o convite feito pela Exma. Governadora Civil do Porto, Drª Isabel Santos, para estar presente num desfile de moda de crianças, integrada no ano internacional das pessoas com deficiência, realizadoontem dia 4-12-2010, tendo colocado a doutora ao corrente da situação, a falta de acessibilidades de pessoas em cadeira de rodas ao Metro do Porto, a Doutora manifestou total apoio e colaboração com a CNOD no sentido de se arranjar solução para as pessoas com mobilidade condicionada.

==========================================================
Nunca me vou cansar de denunciar esta vergonha da Metro do Porto.
Peço-vos que também não esqueçam reclamando acessibilidades ao metro do porto (Portugal) e-mail- metro@metro-porto.pt

Os Deficientes em cadeira de rodas tem de comprar rampas para terem acesso ás novas carruagens do Metro do Porto. (foto, estação de Pedras Rubras):

Em reunião entre responsáveis da área da Deficiência e os responsáveis da Metro do Porto a 10 de Maio de 2010, reunião essa com o propósito de se encontrar solução para as entradas nas novas carruagens das
Pessoas em cadeira de rodas, entre outros problemas que os deficientes tem no seu dia a dia no que se refere ao Metro do Porto, entre elas, a entrada e o lugar de estacionamento das cadeiras no interior das
carruagens.
O Sr. Eng. Jorge Moreno Delgado ( Administrador Executivo da Metro)
e o Dr. Nuno Ortigão (Director do Departamento de Exploração da Metro)
tive a honra de me fazer acompanhar a essa reunião e ainda bem, por representantes da
 Confederação Nacional dos Organismos de Deficientes.
Associação Portuguesa de Deficientes.
Instituto de Mobilidade de Cidades e Vilas sem Barreiras.
um Atleta em cadeira de rodas da Selecção Nacional de Boccia em cadeira de rodas.
Pelo Professor Ferrão deficiente em cadeira de rodas.

Os responsáveis da Metro, confrontados com a situação e na presença dos representantes das instituições acima mencionadas, disseram nessa reunião já estar uma equipe a trabalhar e que já estava em fase de execução a correcção das entradas nas novas carruagens (os Tram-Train).

Mentiram-nos, e mais tarde mentiram ao Sr. Ministro dos Transportes, (ver documento).

No dia 18 de Junho do corrente ano desloquei-me à sede da Metro (Torre das Antas) para entregar o orçamento do conserto das cadeiras, minha e de outro deficiente, que esses Senhores nessa reunião se comprometeram pagar, mas até esta data não o fizeram.

Na passagem por Burdeus (França) tirei fotos a uma estação do Metro, tendo-as levado comigo e entregue ao Sr. Nuno Ortigão no 18-06-2010, estação essa gemia destas que pelos vistos tiveram o mesmo problema de acessibilidades, eles os Franceses corrigiram, aumentando ao patim de entrada e colocando um maciço em borracha ao longo de todo o cais de embarque, reduzindo o fosso entre o cais e a carruagem para aproximadamente 5 centímetros. (Ver foto entregue na Metro).~

Passado três dias falei com o Sr. Dr. Nuno Ortigão para saber qual o ponto da situação, e ele transmitiu-me que a Metro do Porto não ia corrigir as entradas no Metro, fiquei perplexo.

Estes senhores não tem o mínimo respeito por quem utiliza o Metro, muito menos pelas Pessoas deficientes, a partir daqui coloquei o caso na Assembleia da Republica o Sr. Ministro dos Transportes interrogou a Metro do Porto e estes habilmente mentiram ao Ministro como comprova o documento..

Dizem ser só 4 deficientes com problemas na entrada do Metro, ainda que só fosse um deficiente com dificuldade merecia respeito, infelizmente são todos os que se movimentam em cadeira de rodas.

Dizem que só existe problemas em duas estações, Lidador e Vilar do Pinheiro, não não é verdade, infelizmente é em todas as estações onde os Tram-Trian estão a operar.

Estive à três meses atrás com o Sr. Eng. Jorge M. Delgado na estação da Trindade onde lhe fiz ver que mentir é feio e deselegante, nessa conversa, a meu pedido ficou combinado que ele ia falar com o Dr. Nuno
Ortigão para se combinar uma data e se fazer um teste, em qualquer estação onde esteja a operar os novos Metros, ele aceitou a minha sugestão, mais, disse que me ligava a marcar a data e a estação, .mas como já diz o velho ditado, quem mente uma vez mente duas ou três.

Deficientes motor ou familiares que queiram contactar, podem fase-lo via net,
Unidos podemos fazer valer os nossos direitos.
joaocoutolopes@iol.pt www.maiadeficiente.blogspot.com

2 comentários:

Eduardo Jorge disse...

Parabéns pela luta amigo, João Cunha!
Incrível e vergonhosa a maneira cruel como estas pessoas brincam connosco.
Fique bem e irei partilhar

Anónimo disse...

As duas primeiras fotos são da estação de Burdeues a outra é do Metro do Porto com os seguranças