segunda-feira, 20 de abril de 2009

Visita de estudo dos alunos do12º ano da escola da Maia

Caríssimo Senhor João Couto Lopes,

Antes de mais, gostaríamos de lhe agradecer (se há forma de agradecimento possível) toda a sua amabilidade, prestabilidade, disponibilidade, simpatia, alegria, ajuda e interesse! Obrigada, ainda, por nos receber em sua causa tão gentilmente (e nos presentear com um delicioso lanche). Pedimos também desculpa por só agora enviarmos este e-mail mas nas férias da Páscoa, vários elementos do grupo estiveram ausentes, em viagem de finalistas, pelo que o trabalho ficou em "suspenso" durante umas semanas.

O encontro do dia 30 de Março revestiu-se, de facto, de um carácter imprescindível e de utilidade extrema. O Senhor João esclareceu todas as nossas dúvidas, deu-nos novas e importantes informações, mostrou-nos vários obstáculos arquitectónicos que os cidadãos COM (e não "portadores de" como pensávamos) deficiência enfrentam no seu dia-a-dia e partilhou connosco como é viver com esta deficiência.
Ficámos surpreendidos com toda a sua energia, capacidade de luta e sentido de humor - facto que nos deixou bastante contentes. O Senhor João é a melhor prova de que um cidadão com deficiência, apesar das contrariedades, pode ser uma pessoa feliz como pensámos que você é. Mais, todos os cidadãos com deficiência e todos os cidadãos em geral, deviam ser como o Senhor João: interventivos, lutadores, combativos, crentes, em nome das causas legítimas.
Acredite que todos nós passámos a nutrir uma grande admiração por si.

O material, nomeadamente as fotografias das barreiras arquitectónicas, que nos forneceu terão uma utilidade bem específica: o percurso que nos encontramos a construir para que um elemento do nosso grupo, em cadeira de rodas, o percorra, passará por vários desses pontos. Agradecemos também o novo material fornecido que já foi alvo de leitura e que amanhã, na aula, iremos analisar com mais profundidade. E confirma-se o que pensámos: o Senhor João é, de facto, um cidadão exemplar, que luta não só por uma causa intimamente ligada com a sua situação mas também por outras causas que afectam outras pessoas, como se pode confirmar pela sua reivindicação de colocação de semáforos juntos à Escola na rua 5 da Urbanização do Lidador (V.N.Telha), com vista à protecção das crianças (situação que já nos tinha sido transmitida no encontro).

Obrigada por tudo. O seu contributo foi e é indispensável e o encontro do dia 30 de Março foi extremamente enriquecedor, não só para o trabalho, mas também do ponto de vista pessoal.

1 comentário:

Joao Couto Lopes disse...

VOCÊS JOVENS OS DEPUTADOS DE UM UNIVERSO,SÃO O FUTURO DE UM PAÍS QUE SE TEM MOSTRADO MORIBUNDO.


O meu obrigado é extensivo a todos os alunos do 12º Ano da Maia, pelas vossas palavras e carinho que mostraram pela causa dos deficientes, são vocês jovens promissores com actos destes que me dão a força e vitalidade de continuar a lutar por um Mundo melhor.

Com todo o respeito pelas palavras de carinho que me dirigiram, mas somos nós deficientes que agradecemos.

Jovens, vocês são a esperança e o futuro de um País melhor para todos,(SEM BARREIRAS).

São vocês jovens que tem o poder e o dever, de fazer com que tenhamos um mundo mais risonho para todos, sem excepção.

Em meu nome pessoal e de todos os deficientes, um obrigado pelo vosso interesse á causa dos deficientes.

Que o ano lectivo e a vida toda vos sorria, como o sol em dias de verão.
João Couto Lopes